Visão de Costa Silva para a retoma prioriza indústrias AED

22 Julho 2020

O documento estratégico, que será uma base de orientação para a retoma económica de Portugal e financiamentos para a próxima década, defende reforço dos investimentos no setor da Defesa.

António Costa Silva apresentou, ontem, o documento com a “Visão Estratégica para o Plano de Recuperação Económica e Social de Portugal 2020-2030“, que será um elemento fulcral na estruturação das ações de retoma económica e do planeamento para a utilização dos fundos europeus disponíveis.

Consultor do Governo para esta fase em que se pretende ultrapassar de forma célere e eficaz os efeitos económico-sociais resultantes da pandemia do COVID-19, o Professor António Costa Silva destaca a relevância de vários clusters para a retoma, mencionando o importante papel a desempenhar pelas empresas da AED tanto no âmbito do cluster da “Engenharia de Produtos e Sistemas Complexos com Base nas Tecnologias Digitais”, como também, e sobretudo, no âmbito das Indústrias e Economia de Defesa, em que somos parte integrante:

Este cluster promove o duplo uso de bens e serviços e contribui para a competitividade e a internacionalização da economia portuguesa. A colaboração com empresas internacionais, como a Embraer e a Airbus, potencia a integração das cadeias e sistemas tecnológicos e abre novas perspetivas para produtos de alto valor acrescentado. É necessário reforçar o investimento neste cluster, porque ele é uma alavanca para o desenvolvimento tecnológico do país.

Para António Costa Silva, existe a necessidade de apoiar projetos no âmbito de várias atividades destes três setores, das quais destaca:

  • mobilidade áerea urbana;
  • inovação no desenho e fabricação de estruturas aeronáuticas;
  • microlançadores e os microssatélites;
  • vigilância marítima, comando e controlo, ciberdefesa e sistemas submarinos.

Na opinião de António Costa Silva também os temas da reindustrialização e da formação dos recursos humanos são uma prioridade para Portugal, designadamente no setor aeroespacial. Estes são apontamentos que corroboram a importância de dois focos de ação que a AED Cluster Portugal tem vindo a desenvolver ao longo do tempo.

Este documento foi lançado para discussão pública e pretende-se que o mesmo seja alvo de contributos, até ao dia 21 de Agosto. Terminando a fase de discussão, esta visão estratégica deverá ser apresentada à Comissão Europeia.

Relacionadas 8

Drag
Definições de Cookies

A AED Cluster Portugal pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.